Olha o poste

Este condutor conseguiu encaixar o seu fumarento, leia-se Volkswagen, no meio de dois postes, não é que o espaço entre eles fosse pequeno, mas é que não havia alternativa de estacionamento.

Os passeios não são para os carros são para as pessoas, devias ter batido com a cabeça – já para não dizer ou coisa – no poste do candeeiro.